A Serra – poema


A serra é noiva do mar longo e profundo, não precisa nem falar. Que o amor da Serra, é o maior e mais puro desse mundo.

Quando o mar fica revoltado, a Serra se põe a chorar, e o choro da Serra manda chuva para nos confortar.

E nós ficamos torcendo para mar volte e se revolte, e que essa revolta faça com que a Serra volte a chorar.

 

 

Nelson Anastácio de Santana e um instrumento por ele criado

Foto: Carlos Pimentel Mendes, 26/9/2015

Anúncios

Uma resposta

  1. A serra é noiva do mar longo e profundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: