Jovens são influenciados na escolha da profissão


O apoio da família pode ser um fator determinante na escolha da profissão que o jovem irá seguir

1011241_673990579283154_2096320391_n

A escolha da profissão pode ser uma decisão difícil sem o apoio familiar

Muitos adolescentes quanto ainda estão na escola, ou mesmo entrando para o mercado de trabalho pensam nas diversas profissões que podem escolher e segui-la.

Este não é um momento muito fácil, se auto-descobrir mostra ser uma tarefa difícil ainda mais com tantas opções e a cobrança dos pais e familiares.

A estudante da escola Zenon Cleantes de Moura Bianca da Silva Mello, que já participou dos Tartufos Cênicos tem o sonho de cursar Artes Cênicas, disse que espera “ que um dia no Brasil o teatro pare de ser visto como um hobbie e sim como uma profissão”.

Segundo Bianca, algumas pessoas têm a mente aberta e consideram o teatro como uma profissão que deve ser levada a serio já que diferente das novelas da televisão, no teatro não existem cortes, caso erre é preciso ter jogo de cintura  e saber  improvisar ou irá errar além do seu texto o texto dos demais atores.

O teatro por não ser uma profissão com tanta procura sofre com a discriminação, por ser um trabalho que é formado e depende da arte. “Na minha família teve o caso de uma pessoa que disse para eu procurar um emprego de verdade e isso me doeu muito”. E seguiu dizendo que “ o que diferencia minha profissão é que gosto do que faço enquanto outros fazem mais por obrigação”. Bianca não  pretende desistir de seu sonho e espera reconhecimento como ela mesma disse “ sou brasileira não desisto nunca”.

A aluna Karina Santos Xavier de 13 anos, pretende cursar Arquitetura e Engenharia Civil. Ela conta que foi uma sugestão do pai que a levou  estudar mais sobre essa profissão, já arquitetura teve influência da televisão pelas programações e novelas.

Quando perguntada se acha que será fácil seguir esse caminho fala que “ fácil não vai ser já que nem tudo na vida é fácil, são cinco anos de estudo em cada um dos cursos e tem que ter muita responsabilidade”.

Conta também que já pensou em seguir por outro caminho sendo pediatra, mas pensou melhor, pois não se sente a vontade para lidar com sangue ou outros fatores que possam aparecer nessa profissão. Por outro lado adquiriu o desejo de seguir pela Engenharia e Arquitetura, mesmo sendo profissões que necessitam de dedicação já que segundo ela, um erro no desenho ou no cálculo da conta pode dar um estrago enorme a casa ou edifício.

Nesses dois exemplos vemos como a influência da família é importante e que a referência pode vir por um amigo, pela admiração ao trabalho e até mesmo da TV.

Entrevista com a atriz Cris Novaes. Durante o bate-papo a atriz falou um pouco sobre a escolha pela arte

[soundcloud https://soundcloud.com/projetocomcom/entrevista-com-a-atriz-cris-novaes]

Reportagem produzida por  Luani Schimith, aluna de redes sociais – nível intermediário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: