Inscrições abertas para oficina de Rádio


CLIQUE AQUI E SE INSCREVA!

Você perdeu as inscrições da oficina de Jornal? Trago-lhe uma boa notícia! Ainda da tempo de se inscrever na oficina de Rádio! Durante as aulas você aprenderá sobre Prática de Locução,  Preparação, Produção, Roteiro, Conhecimento Técnico sobre equipamentos e programas e muito mais! Não perca tempo.

Rádio A3

Informações:

*As oficinas são gratuitas e tem a duração de um mês;
*A idade mínima para participar é de 12 anos;
*Não existe idade máxima nem nível de escolaridade mínimo;
*Para certificação são necessários 75% de participação;
*As aulas acontecem terças, quartas e quintas-feiras das 14h às 17h.

Oficina de Rádio: Início dia 07 de outubro/Finalização dia 30 de outubro

Inscrições Abertas para oficina de jornal


CLIQUE AQUI E SE INSCREVA!

Para você que perdeu as inscrições da oficina TV, ainda da tempo de se inscrever na oficina de Jornal! Durante as aulas você aprenderá técnicas de texto jornalístico, técnicas de entrevista, pauta, noções de fotografia e diagramação e muito mais! Não perca tempo.

cursos-serra

Informações:

*As oficinas são gratuitas e tem a duração de um mês;
*A idade mínima para participar é de 12 anos;
*Não existe idade máxima nem nível de escolaridade mínimo;
*Para certificação são necessários 75% de participação;
*As aulas acontecem terças, quartas e quintas-feiras das 14h às 17h.

Oficina de Jornal: Início dia 02 de setembro/Finalização dia 24 de setembro

 

 

 

Oficina de TV muda olhar dos alunos


“Com a primeira aula, já dá pra começar

a se ligar mais na TV, a olhar a TV com outros olhos.

Se em um dia eu to assim, imagina no final do mês!!!”

Abraão Victor Ramos Araújo, 14 anos – aluno do curso de TV

Abraãoo

Abraão observando as orientações do educador Damião Nogueira

 

“Com a primeira aula, já dá pra começar a se ligar mais na TV, a olhar a TV com outros olhos. Se em um dia eu to assim, imagina no final do mês”.  Essa foi a primeira impressão que o aluno Abraão Victor Ramos Araújo teve ao participar da primeira semana de oficina de TV no Projeto ComCom.

No primeiro dia, o oficineiro Damião Nogueira falou sobre tipos de enquadramento, planos e ângulos com suas devidas nomenclaturas e os alunos já aproveitaram ao máximo anotando cada informação. Hoje o desafio é colocar na prática o que já aprenderam ontem. Os alunos estão usando os equipamentos e experimentando o audiovisual de verdade.

O aluno Abraão está animado e ansioso para cursar não só esta oficina, mas todas as outras que o Projeto ComCom oferece.

As oficinas acontecem terça, quarta e quinta-feira das 14h às 17h no espaço ComCom na rua Faixa do Oleoduto, nº 05 Pinheiro do Miranda em Cubatão. As vagas para o curso de TV já encerraram, mas ainda dá para se inscrever em jornal, rádio e redes sociais.

Para se inscrever clique aqui!

O mundo de olho nos bairros Cota


IMG_1511

Os bairros Cota não cansa de receber visitantes! Comissões de jornalistas internacionais, escolas, príncipe Harry… Dessa vez um grupo estrangeiro de estudantes de mestrado em práticas sociais veio conhecer as transformações desses bairros. Joaquim Oliveira é moçambicano e diretor de uma Organização Não Governamental (ONG), em Moçambique,  e acompanhou o grupo como interprete.

O grupo veio conhecer o processo de urbanização que está acontecendo dentro do Programa Recuperação Urbana e Socioambiental da Serra do Mar. Joaquim, apreciou o que encontrou na visita “viemos aqui para aprender e estamos muito impressionados com o que ouvimos. Apesar das dificuldades que ainda persistem, estamos muito impressionados com o que vocês conseguiram alcançar”.

O Programa da Serra do Mar traz um modelo pioneiro, nunca utilizado em um processo de remoção e urbanização, “Penso que isso pode servir como modelo para outras comunidades que queiram enveredar por esta via de conservação e ao mesmo tempo de convivência entre o homem e a natureza ”, disse Joaquim.

O grupo visitou a Cota 200 e conheceu os Projetos Socias Arte nas Cota, Nesdel e o Projeto Com Com, onde aproveitaram para assistir o filme que explica o Programa Serra do Mar. De tudo que viram e conheceram, Joaquim ressaltou o que mais o impressionou, “a participação de todos os atores e ao mesmo tempo a identificação, envolvendo todos os projetos de iniciativa econômica. Além dos vários treinamentos e capacitações que foram criados para as pessoas que vivem aqui, que prestam serviço a sua própria comunidade, isso pra mim foi uma nota muito saliente. Tudo  isso me faz crer, que as pessoas tem sentimento de pertencimento sobre a Serra do Mar e sobre a comunidade onde vivem”.

 

 

 

 

Oficinas COM COM 2º semestre de 2014


OFICINASCOMCOM-2ºSEMESTRE2014-NET- EnrrouTV

 

Informações:

  • As oficinas são gratuitas e tem a duração de um mês cada;
  • A idade mínima para participar é de 12 anos;
  • Não existe idade máxima e nem nível de escolaridade mínimo;
  • Para certificação são necessários 75% de participação;
  • Não é necessário se inscrever em todas as oficinas;
  • As aulas acontecem terças, quartas e quintas-feiras das 14h às 17h.

Opções de curso:

  • Oficina de TV: Início dia 05 de agosto/Finalização dia 28 de agosto – INSCRIÇÕES PARA TV ENCERRADAS
  • Oficina de jornal: Início dia 02 de setembro/Finalização dia 24 de setembro
  • Oficina de rádio: Início dia 07 de outubro/Finalização dia 30 de outubro
  • Oficina de redes sociais: Início dia 04 de novembro/Finalização dia 27 de novembro

Inscrições:

  • Presenciais/Rua Faixa do Oleodulto, 5A, Pinheiro do Miranda Cubatão-SP
  • Online/Clique
  • Aqui!

 

Parque da Luz + Museu Cata Vento = Diversão!


IMG_9320

O Projeto Com Com junto com o Projeto Com Com Pimentas fizeram um momento de integração e descontração com as turmas, que se formaram no primeiro semestre de 2014 e todos que participam de alguma forma dos projetos. O passeio ajudou os alunos a celebrarem a conclusão das oficinas.

O dia começou no Parque da Luz e finalizou com uma visita monitorada no Museu Cata Vento em São Paulo. No Parque da Luz os educandos e educadores tiraram fotos juntos e partilharam quitutes no piquenique comunitário. Os alunos tiveram a oportunidade e trabalhar a sensibilidade do olhar fotográfico, capturando detalhes do parque.

Durante a visita no Museu Cata Vento todos testaram a coragem entre escaladas e choques, além de curtirem outras partes interativas do Museu. O momento mais esperado foi o momento de “arrepiar a cabeleira”. O dia serviu para que todos pudessem trocar experiências e se divertir.

Confira fotos dos melhores momentos  em nossa galeria.

 

 

Jovens são influenciados na escolha da profissão


O apoio da família pode ser um fator determinante na escolha da profissão que o jovem irá seguir

1011241_673990579283154_2096320391_n

A escolha da profissão pode ser uma decisão difícil sem o apoio familiar

Muitos adolescentes quanto ainda estão na escola, ou mesmo entrando para o mercado de trabalho pensam nas diversas profissões que podem escolher e segui-la.

Este não é um momento muito fácil, se auto-descobrir mostra ser uma tarefa difícil ainda mais com tantas opções e a cobrança dos pais e familiares.

A estudante da escola Zenon Cleantes de Moura Bianca da Silva Mello, que já participou dos Tartufos Cênicos tem o sonho de cursar Artes Cênicas, disse que espera “ que um dia no Brasil o teatro pare de ser visto como um hobbie e sim como uma profissão”.

Segundo Bianca, algumas pessoas têm a mente aberta e consideram o teatro como uma profissão que deve ser levada a serio já que diferente das novelas da televisão, no teatro não existem cortes, caso erre é preciso ter jogo de cintura  e saber  improvisar ou irá errar além do seu texto o texto dos demais atores.

O teatro por não ser uma profissão com tanta procura sofre com a discriminação, por ser um trabalho que é formado e depende da arte. “Na minha família teve o caso de uma pessoa que disse para eu procurar um emprego de verdade e isso me doeu muito”. E seguiu dizendo que “ o que diferencia minha profissão é que gosto do que faço enquanto outros fazem mais por obrigação”. Bianca não  pretende desistir de seu sonho e espera reconhecimento como ela mesma disse “ sou brasileira não desisto nunca”.

A aluna Karina Santos Xavier de 13 anos, pretende cursar Arquitetura e Engenharia Civil. Ela conta que foi uma sugestão do pai que a levou  estudar mais sobre essa profissão, já arquitetura teve influência da televisão pelas programações e novelas.

Quando perguntada se acha que será fácil seguir esse caminho fala que “ fácil não vai ser já que nem tudo na vida é fácil, são cinco anos de estudo em cada um dos cursos e tem que ter muita responsabilidade”.

Conta também que já pensou em seguir por outro caminho sendo pediatra, mas pensou melhor, pois não se sente a vontade para lidar com sangue ou outros fatores que possam aparecer nessa profissão. Por outro lado adquiriu o desejo de seguir pela Engenharia e Arquitetura, mesmo sendo profissões que necessitam de dedicação já que segundo ela, um erro no desenho ou no cálculo da conta pode dar um estrago enorme a casa ou edifício.

Nesses dois exemplos vemos como a influência da família é importante e que a referência pode vir por um amigo, pela admiração ao trabalho e até mesmo da TV.

Entrevista com a atriz Cris Novaes. Durante o bate-papo a atriz falou um pouco sobre a escolha pela arte

Reportagem produzida por  Luani Schimith, aluna de redes sociais – nível intermediário

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.